FAZENDO MISSÕES

Loading...

Coceira nos Ouvidos


As cartas de Paulo a Timóteo e Tito apresentam conselhos importantes de um evangelista experiente aos mais jovens. Nelas, o apóstolo fala da importância de procedimento exemplar, de como tratar irmãos e de como ajudar igrejas a ficarem fortes no Senhor. Ele incentiva estes pregadores mais novos a proclamarem a palavra com convicção e firmeza. Paulo reconhece a dificuldade deste trabalho na segunda carta a Timóteo: "Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos" (2 Timóteo 4:3).

O problema que Paulo cita é antigo e comum. Em geral, não gostamos de correções e repreensões. Preferimos pregações suaves que afirmam as nossas idéias e apóiam as nossas decisões. Mudanças, especialmente as transformações radicais exigidas pelo evangelho, são difíceis e dolorosas. É muito mais cômodo ouvir uma mensagem superficial do que uma que faz cirurgia no nosso coração.

Porém, a verdade divina não foi revelada para nos deixar como estávamos. Antes da revelação do evangelho, estávamos "sem Cristo,...estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança e sem Deus..." (Efésios 2:12). Pregadores que coçam os ouvidos das pessoas não ajudam ninguém a mudar, e não incentivam os ouvintes a saírem do pecado para alcançar a salvação em Cristo.

Sem dúvida, os pregadores que se adaptam ao mercado para lotar os seus templos e vender o seu evangelho diluído sempre terão adeptos, até multidões de seguidores. Mas homens honestos e sinceros buscarão e pregarão a verdade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário